domingo, 17 de junho de 2018

17 de junho: Dia Mundial de Combate à Desertificação e a seca

Adm. Julio Francisco Dantas de Rezende UFRN, FAPERN e CRA-RN juliofdrezende@hotmail.com www.juliorezende.com

Hoje, 17 de junho, é comemorado o Dia Mundial de Combate à Desertificação e a seca. Esta data é uma oportunidade para reflexões sobre a própria condição do semiárido e as estratégias que precisam existir para lidar com esse fenômeno. A data foi criada em 1994. Na Europa 22% do solo está erodido. Grande parte do sul do continente pode se desertificar até o ano de 2050. Alternativas seriam, por exemplo, o reuso da água.
Muitos cientistas procuram associar a intensificação dos processos de desertificação e secas com as mudanças climáticas. De acordo com essa corrente de pensamento, serão mais prolongados os períodos de estiagem. Possíveis consequências são a desestruturação produtiva e a geração de maior números de conflitos, guerras e refugiados. Em vista da importância do tema, verifica-se a necessidade de políticas públicas que apresentem soluções. Considera-se estratégico o debate da temática no contexto dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).
No Núcleo de Engenharia, Ciência e Sustentabilidade do Semiárido (NUPECS), em funcionamento na zona rural de Caiçara do Rio do Vento, no estado do Rio Grande do Norte, temos recebido grupos de estudantes e professores para debater sobre quais estratégias podemos desenvolver para diminuir o impacto de populações no meio ambiente e como podemos conviver melhor com as condições encontradas no semiárido. No último dia 14 de junho, recebemos estudantes da Escola Estadual Floriano Cavalcanti, da cidade de Natal.

Um enfoque especial explorado na visita ao NUPECS, foi quanto ao tema espacial. Ciência e tecnologia espaciais associadas podem apresentar importantes caminhos inovadores no sentido de se imaginar novas formas de convívio com o semiárido. Uma dessas compreensões seria a concepção e desenvolvimento de habitats autossustentáveis que apresentem às pessoas, que venham a habitar nesses locais, condições favoráveis de sobrevivência. Esse locais devem permitir aproveitar recursos escassos realizando o reaproveitamento da água, a reciclagem de resíduos, a produção de alimentos e a geração da própria energia, tudo isso associado a uma boa condição de conforto e segurança. É isso o que ocorre na Estação Internacional Espacial ou ISS (International Space Station) e é isso que ocorrerá nas primeiras estações de pesquisa a se instalarem no planeta Marte e é essa a proposta inovadora de pesquisa empreendida na estação de pesquisa análoga à Marte, Habitat Marte, que funciona no NUPECS, em Caiçara do Rio do Vento. Trata-se da primeira estação de pesquisa análoga à Marte a funcionar na América do Sul e a quarta no mundo. Acreditamos que projetos inovadores como o Habitat Marte contribuam para lidar com a desertificação e a seca. Mais informações sobre o Habitat Marte podem ser encontradas em: www.HabitatMarte.com.

Alunos da escola Floriano Cavalcante visitam o projeto Habitat Marte



Debatendo a importância do conhecimento científico, os alunos da escola estadual Desembargador Floriano Cavalcante realizaram, na última quinta-feira (14), uma visita as instalações do projeto “Habitat Marte”, que fica no Núcleo de Pesquisa em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade, localizado no município de Caiçara do Rio do Vento (RN).  A visita foi promovida pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (Fapern).
Para a aluna Nataly Lauriano, a visita contribui para o aprimoramento do conhecimento adquirido em sala de aula. “Já pesquisamos sobre a temática na escola, como a busca por recursos hídricos e sobrevivência no espaço, que é algo que já estudamos”, declarou. 
Durante a visita, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a estação de pesquisa e a estrutura do núcleo, onde vários projetos de sustentabilidade são desenvolvidos, sempre com foco no desenvolvimento de tecnologias sociais aplicadas ao semiárido.
A visita estreitou o contato entre os estudantes e o conhecimento científico. “Além de estimular a eles refletirem sobre projetos de pesquisa que podem ser desenvolvidos integrando o ensino médio com a universidade”, disse o diretor de inovação da FAPERN, Julio Rezende. 
Para o professor de matemática, Renato Rodrigues, a visita foi fundamental para o desenvolvimento dos estudantes. “O nosso objetivo aqui no Habitat foi trabalhar as questões de sobrevivência em Marte, onde já trabalhamos essa questão no curso de Robótica desenvolvido na Escola e esperamos que essa visita possa gerar frutos para os nossos alunos”, destacou. 

Fonte: http://www.educacao.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=181537&ACT=&PAGE=0&PARM=&LBL=ACERVO+DE+MAT%C9RIAS


terça-feira, 12 de junho de 2018

IX Workshop de Construção Sustentável - 10 de junho de 2018

Aconteceu neste do domingo, 10 de junho, o IX Workshop de Tecnologias Sociais e Sustentabilidade, uma ação da Caravana da Ciência, organizada pela FAPERN.
O evento se constituiu de uma oficina teórico-prática realizada no Núcleo de Pesquisa em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade do Semiárido - NUPECS em Caiçara do Rio do Vento.
            O Workshop consistiu em quatro momentos: 1) palestra teórico-prático sobre tecnologias sociais e sustentabilidade; 2) visita às instalações do Núcleo de Pesquisa em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade do Semiárido – NUPECS com o objetivo de conhecer experiências práticas desenvolvidas e 3) integração entre os participantes.
            A ação da FAPERN é focada na disseminação do desenvolvimento de tecnologias sociais aplicadas ao semiárido promovendo-se também a interiorização da ciência e da tecnologia.
O público-alvo do evento foram estudantes de graduação, mestrado e doutorado de geografia, contando com a presença do professor francês François Michel Le Tourneau. O evento aconteceu na parte da manhã do domingo.

O Workshop de Construção Sustentável foi ministrado pelo diretor da FAPERN e professor do Departamento de Engenharia da Produção da UFRN, Julio Rezende.


O NUPECS apresenta excelente avaliação

Em 25 de abril de 2019 ocorreu visita dos estudantes da Escola Doutor Geraldo ao NUPECS / Habitat Marte. Foram entrevistadas 24 Entre ...